Região Hispânica
1 de março de 2021 OMS nas Américas incentiva transformação digital para avançar setor de saúde
Diretora-geral da Organização Pan-Americana da Saúde, Opas, divulgou chamado à ação de oito pontos durante encontro ministerial de alto nível; Carissa Etienne diz que serviços precisam estar conectados e adaptados à nova realidade da inteligência artificial.

 

Um plano de ação com oito pontos para digitalizar a saúde nos países latino-americanos e caribenhos foi apresentado pela agência da ONU para a saúde na região, Opas.

O objetivo é disponibilizar informações de forma rápida e segura a usuários e provedores dos serviços de saúde em todos os países das Américas.

 

Desigualdades


Numa conferência ministerial, a diretora-geral da Organização Pan-Americana da Saúde, Carissa Etienne, defendeu uma transformação digital da saúde pública para se alcançar interconectividade universal.

Para ela, é hora de promover uma abordagem holística e inclusiva que considere novos elementos como inteligência artificial. Etienne lembrou que existem desigualdades na era digital, e esse fosso não pode aumentar as desigualdades na área de saúde.

A Opas afirma que as pessoas em cada país têm de estar conectadas eletronicamente para facilitar o fluxo de informações de seus prontuários. Os grupos mais vulneráveis e carentes da população devem ser considerados em sistemas digitais abertos que funcionem e cooperem entre si nos países da região.??

 

Quadro social

 

A chefe da Agência da ONU disse que a pandemia da Covid-19 expôs a urgência de sistemas de saúde mais resilientes, intersetoriais e interconectados. Ela disse que pode parecer óbvio, mas que para se atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, é preciso saber que a pessoa existe, que está registrada no sistema, que pode ser encontrada e qual é o quadro social e de saúde dela.

Para a Opas, é necessário ainda incluir as comunidades e as famílias dos pacientes em programas de saúde. E os dados devem estar desagregados.

Os países da agência forneceram recursos no valor de US$ 1,5 milhão para apoiar os projetos da Agenda de Saúde Sustentável, um plano que vai de 2018 a 2030.

A Opas lembrou que o secretário-geral da ONU, António Guterres, chamou o presente momento de era da interdependência digital, e segundo a agência, a saúde não pode ficar fora dessas mudanças.?

 

Imprensa Scalabriniana com ONU News



ver mais notícias

Imagens da Semana On Monday, January 25, 373 migrants on board the Ocean Viking were disembarked in the port of Augusta in Sicily. The migrants had been rescued from three different small boats in the space of 48 hours.

Mais imagens
Receba nossa newsletter Assine nossa newsletter e receba novidades por e-mail
Seu E-mail foi cadastrado com sucesso!
OpsSeu E-mail já está cadastrado em nosso newsletter!
ATENÇÃOO formato do e-mail está incorreto.
© Missionárias Scalabrinianas. Todo o conteúdo deste site é de uso exclusivo de Missionárias Scalabrinianas. Proibida reprodução ou utilização a qualquer título, sob as penas da lei. All rights reserved.